News

Wolters Kluwer e MV integram suas tecnologias para combater erros de medicação

0

A divisão de Saúde da Wolters Kluwer e a MV anunciam a integração de suas soluções. O Medi-Span, sistema de suporte à decisão de prescrição de medicamentos, agora pode ser incorporado ao prontuário eletrônico do paciente (PEP) da plataforma SOUL MV, primeiro do Brasil com certificação digital homologada pelo SBIS-CFM (Sociedade Brasileira de Informática em Saúde). Com esta integração será possível cruzar as referências e visualizar dados relacionados às medicações dos pacientes, evitando riscos potenciais, incrementando a segurança da medicação, melhorando resultados e reduzindo custos.

Atualmente, os eventos adversos relacionados a medicamentos são uma patologia emergente com grande repercussão assistencial, social e econômica. No Brasil, cerca de 70% das consultas médicas são seguidas de prescrições e, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), até 75% das prescrições médicas feitas no país possuem chance de erro. A incidência dos eventos adversos impacta o sistema de saúde com gastos desnecessários, diminuição da disponibilidade de leitos, sofrimento dos pacientes, problemas judiciais, além de abalar seriamente a reputação de uma instituição.

“Este cenário reforça a importância de garantir aos profissionais de saúde o acesso a uma base consistente de informações para guiar a medicação segura e, assim, reduzir erros de prescrição e incrementar a segurança do paciente”, afirma Fabio Lia, diretor de alianças estratégicas da Wolters Kluwer.

Ao acessar o recurso Medi-Span a partir do próprio prontuário eletrônico do paciente (PEP), a equipe clínica recebe alertas automáticos sobre medicamentos, potenciais interações medicamentosas, duplicidade de terapias, erros de dosagem e contraindicações. Desta forma, a incorporação do Medi-Span ao PEP do SOUL MV® proporciona uma triagem sofisticada, sensível ao contexto e com base em informações disponíveis no sistema, sobre cada paciente, sem interferir no fluxo de trabalho e sem gerar condições indesejáveis como a “fadiga de alertas”.

Para o diretor corporativo Comercial da MV, Mozart Marin, estabelecer mais uma integração à tecnologia MV, agregando mais valor aos nossos clientes e, principalmente, mais agilidade no acesso a informações confiáveis dentro do sistema, reforça o compromisso da empresa no suporte aos profissionais de Saúde para aprimoramento do desempenho clínico.

Ensino Einstein lança novo lote de cursos abertos gratuitos

Artigo anterior

Startup compartilha dados de hospital sem autorização

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News