GestãoNews

Sabin Medicina Diagnóstica reduz investimento em infraestrutura de TI

0

Para reduzir os investimentos em CAPEX (Capital Expenditure), que dizem respeito às despesas ou investimentos em bens de capital, em 2012, o Sabin Medicina Diagnóstica, escolheu a Microcity como sua fornecedora para 1800 desktops, bem como para os serviços de suporte e manutenção que contemplam a gestão dessas máquinas.

Desde então, o laboratório conseguiu reduzir em 20% o investimento para manter o parque de TI em operação. “O valor da locação pode ser lançado como despesa operacional da empresa, sendo, portanto, 100% dedutível do Imposto de Renda. Além disso, o modelo de outsourcing possibilita uma simplicidade contábil, uma vez que a gestão do ativo fica com a Microcity”, explica Edgar Gonçalves Moreira, gerente de Segurança de Informação e Telecom, do Sabin Medicina Diagnóstica.

Antes de optar pela terceirização, o Sabin adquiria todos os equipamentos de TI que utilizava e tinha uma grande gama de ativos de diversas marcas e modelos espalhados, o que causava gastos excessivos e lentidão para conseguir o suporte. “A Microcity nos fornece paz de espírito. Com ela, assim que uma estação de trabalho apresenta algum problema, rapidamente ela é substituída por uma máquina de backup, sem que a operação do nosso negócio sofra qualquer impacto, e isso aumentou muito nossa eficiência operacional, nos dando mais tempo para focar em outras atividades mais relevantes para nosso mercado”, diz Moreira.

A partir do projeto da Microcity, a empresa de medicina diagnóstica pôde também expandir o negócio, antes mais concentrado em Brasília, inaugurando novas unidades por todo o Brasil. “Para crescermos de forma acelerada precisávamos de um parceiro que fosse capaz de nos atender não importa onde, e a Microcity teve a capilaridade para acompanhar nosso negócio e crescer junto conosco”, afirma. Hoje, o Sabin possui ao todo 290 unidades em diversas regiões do país.

5 x 5 Tec Summit debate amanhã os desafios da saúde. As inscrições são gratuítas

Artigo anterior

Vencedores do desafio global de dados nos EUA descobrem relações entre COVID-19 e reabertura das faculdades

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais Gestão