InovaçãoNewsletter

Startup desenvolve tecnologia para monitorar gases medicinais

0

Para aperfeiçoar a utilização de gases medicinais em tratamentos de saúde, como em casos de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica – DPOC, por exemplo, a startup Salvus desenvolveu, em parceria com a EMBRAPII (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) e o Sebrae, um dispositivo inteligente capaz de monitorar o consumo de oxigênio e informar quando será necessária a troca do cilindro. Além disso, a tecnologia gera maior precisão da posologia médica e menor desperdício ao evitar vazamentos, tanto em hospitais quanto em home cares.

A EMBRAPII tem uma linha de financiamento especial para startups com o objetivo de aumentar a competitividade delas no mercado promovendo a interação com outras empresas e beneficiando o setor industrial. Neste caso, o projeto da Salvus contou com recursos não reembolsáveis da instituição que incentiva startups, micro e pequenas empresas a inovar e desenvolver soluções para a indústria.

Pesquisadores da Unidade EMBRAPII – Cesar, de Pernambuco, atuaram no desenvolvimento do projeto, que traz Internet das Coisas (IoT) em seu conceito. Na prática, o equipamento se conecta aos cilindros de oxigênio e transmite os dados de consumo e estoque para o computador do gestor da instituição ou empresa responsável, que faz o gerenciamento remoto da carga. Além da melhoria da logística e economia de recursos, há também ganho para a segurança do paciente.

Registro eletrônico dos pacientes avança, mas 18% das Unidades Básicas de Saúde não tem acesso à Internet

Artigo anterior

TÜV Rheinland lança serviço global de auditoria e testes com foco no Covid-19

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar