segunda-feira, julho 15, 2024
Home News Franquias de saúde, beleza e bem-estar faturam mais de R$ 12 bi no 3º trimestre

Franquias de saúde, beleza e bem-estar faturam mais de R$ 12 bi no 3º trimestre

por Redação
0 comentário

O mercado de franquias no terceiro trimestre apresentou maturidade e que está ganhando ritmo com o arrefecimento da Covid-19, registrando um crescimento de 18,7% comparado a igual período de 2021. O destaque entre os segmentos ficou para o de saúde, beleza e bem-estar, um dos maiores do franchising brasileiro. Com um incremento maior que a média nacional, chegando a mais de 27%, o segmento somou mais de R$ 12 bilhões de julho a setembro deste ano. Em relação aos empregos, o segmento gerou mais de 251 mil postos de trabalhos formais, representando um crescimento de 9,3% no período.

O bom desempenho foi alavancado pela mudança de hábitos dos consumidores, maior atenção aos cuidados pessoais, por uma recuperação mais forte na área de serviços e pela manutenção dos bons resultados dos canais digitais.

Segundo a diretora da Comissão de Saúde, Beleza e Bem-Estar da ABF, Danyelle Van Straten, o segmento voltado à prestação desses serviços está mais em alta do que nunca e foi beneficiado pela mudança de comportamento dos consumidores. ” As pessoas estão se cuidando e se informando mais. Os hábitos para chegar aos serviços mudaram e as franquias de Saúde, Beleza e Bem-Estar, assim como todo o setor, souberam se adequar a essas mudanças. Fazer parte de uma rede é um grande diferencial, é a força do ‘grande’ agindo localmente”, afirmou. 

Em sintonia com o desempenho do franchising, a Oral Sin, rede de franquias de implantes dentários, apresentou no terceiro trimestre deste ano crescimento de 27%, faturando R$ 275 milhões. Com mais demanda, a rede expandiu e chegou a 437 unidades. Até o fim deste ano a rede pretende chegar a 460 unidades, com o crescimento de 32% em faturamento em relação a 2021, com previsão de chegar a R$ 970 milhões.

“Esse terceiro semestre foi muito bom para toda a rede. Nossos franqueados estão bem animados e otimistas. Esperamos que até o fim do ano, os números se tornem ainda mais positivos”, afirma o dentista e CEO da Oral Sin, Felipe Sapata.

Um dos principais atrativos da rede é o fato de apresentar o maior faturamento médio entre as franquias do segmento odontológico, na casa dos R$ 250 mil, sendo o tíquete médio de R$ 5 mil a R$ 6 mil. Outro número que reflete o sucesso do negócio é o fato de que mais de 70% dos franqueados serem donos de várias unidades.

A Oral Sin disponibiliza quatro modelos de franquias com um investimento inicial a partir de R$ 452 mil, com um faturamento que pode chegar a mais de R$ 4 milhões anuais, dependendo do modelo. O prazo previsto de retorno é de 18 meses.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside